domingo, 23 de junho de 2013

Area 51


Situado no estado Americano Nevada, acerca de 190 Km a noroeste de Las Vegas, encontra-se um lugar que não aparece em nenhum mapa oficial. O acesso a este território, do tamanho da Suíça, está estritamente proibido.

Este sitio é da “Nellis Air Force Range” e o sitio nuclear de Nevada mais conhecido por “Área 51” ou “Zona 51”. Foi fundando em 1954 para servir de base secreta para “Lockeed Aircraft Corporation”, uma companhia de armamento e de aeronáutica. O sítio tornou-se então um lugar altamente secreto dedicado aos ensaios de projectos de defesa tecnologicamente muito avançados, tais como o bombardeiro furtivo “Stealth” e outros programa estimados em 35 mil milhões de dólares americanos. Os média falaram pela primeira vez da “Área 51” em 1987, por causa de um incêndio químico que ocorreu na base do lago Groom e que causou varias vitimas. Atrás do incidente, o governo Americano teve que reconhecer a base ultra secreta.

Em 1989, um antigo técnico do sítio declarou que existia uma actividade OVNI ao redor da zona. Este técnico é Robert Lazar. Robert afirmou ter trabalhado cinco meses como cientista entre 88 e 89 e revelou para a televisão que o governo Americano dirigia ali um programa de pesquisa sobre resto de discos voadores.

Depois destas declarações, recebeu ameaças de morte e também dispararam sobre o seu carro. Um jornalista que começou que começou a investigar a zona também foi alvo de ameaças. Também um engenheiro em electricidade que afirmou ter visto um disco voador na zona. Que escondem então detrás da “Área 51” para que o seu segredo esteja tão preservado e os façam tomar medidas tão radicais? Pelo que se conta, havia outro sitio ultra secreto no interior da zona 51. Este sítio tem o nome de sector S4 e é aqui onde eram guardados os restos de OVNI. O sector S4 é um subterrâneo situado na parte montanhosa perto do lago Papoose.

Robert Lazar pertencia a uma equipa de 22 engenheiros que trabalhava para o exercito para estudar o modo de propulsões dos OVNI. Robert Lazar visitou os famosos discos do sector S4 e pôde consultar muita documentação sobre OVNI e os seus ocupantes, pequeno seres sem pêlo e catalogados que provinham da zona estelar de Zeta Reticuli. Confirmou-se que Robert Lazar trabalhou na “Área 51” e o governo nunca negou.

Outra provas apareceram para completar um pouco mais o quebra-cabeças. Em 1995, uma sociedade Alemanha publica um vídeo titulado “secret of the black world”. Nele pode-se ver um objecto luminoso planeado em cima da zona, todo ele filmado por uma câmara de T.V. japonesa: Norio Hayakawa.

Segundo as declarações da câmara, o objecto não era nenhum avião do tipo clássico. Outro repórter conseguiu chegar ao coração da zona e do sector S4, e conseguiu filmar uma sala cheia de grandes contentores que continham material extraterrestre.

Pouco a pouco as peças do puzzle se vão montando no seu sítio e um dia nos permitirão ter uma melhor visão do lugar mais secreto da terra.
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos