sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Milagre em Remiremont

Remiremont, uma pequena cidade francesa perto da fronteira com a Alemanha, tinha uma estátua da Virgem Maria chamada Notre Dame du Trésor. Presenteada a Remiremont no século 8, a estátua, há muito tempo considerada protetora da cidade, todos os anos, desde 1682, era levada em um andor pelas ruas durante uma cerimônia especial em seu louvor.
Mas, em 1907, a estátua passou a ser o centro de uma acirrada disputa: quando o papa deu sua sanção oficial à cerimônia, forças anticatólicas da cidade deram vazão a um violento protesto. As autoridades municipais ficaram de tal forma intimidadas pelas ameaças que a cerimônia foi cancelada. Não houve procissão em Remiremont, pela primeira vez em séculos.
Parecia que os céus respondiam com raiva quando um violento e súbito temporal com granizo caiu sobre Remiremont em 16 de maio, pouco depois do dia em que deveria ser realizada a tradicional procissão. Alguns dos granizos tinham o tamanho de tomates e não quebraram ao chegar ao chão. Outros, de acordo com relatos, pareciam ter impressa a figura de Notre Dame du Trésor.
Uma descrição detalhada das pedras chegou a ser registrada por Abbe Gueniot, um padre local que escreveu:
Eu vi muito distintamente na parte frontal dos granizos - que tinham o centro ligeiramente convexo, embora as extremidades estivessem um tanto desgastadas - o busto de uma mulher, com um manto levantado em sua parte inferior, parecido com uma veste sacerdotal. O contorno das imagens era ligeiramente côncavo, mas muito bem delineado.
A figura encontrada nas pedras, entretanto, representava apenas um resultado miraculoso da tempestade. Aqueles granizos especiais, na opinião dos habitantes da cidade, caíram no meio de outros, normais. Eles caíram lentamente, como se estivessem flutuando em direção ao solo, e não causaram nenhum dano.

Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos