quinta-feira, 15 de março de 2018

Encontro na Floresta de Rendlesham

Os pinheiros da floresta de Rendlesham, em Suffolk, Inglaterra, separam a base da Força Aérea inglesa em Bentwaters da base americana em Woodbridge, a 3 quilômetros de distância.
Às primeiras horas da manhã de 27 de dezembro de 1980, de acordo com o subcomandante da base, tenente-coronel Charles I. Halt, os patrulheiros encarregados da segurança de Woodbridge notaram luzes estranhas do lado de fora do portão dos fundos da base.
Imaginando que um avião poderia ter caído na floresta, eles solicitaram permissão para investigar. Três patrulheiros declararam ter visto um estranho objeto brilhante na floresta. Disseram que sua aparência era metálica e seu formato triangular, acrescentando que estava a aproximadamente 2 ou 3 metros além da base, e a 2 metros de altura. O objeto iluminava toda a floresta com uma luz branca.
- O objeto tinha uma luz vermelha que piscava na parte superior, e um grupo de luzes azuis na parte inferior - reportou Halt, posteriormente, acrescentando que ele estava pairando ou apoiado sobre pernas.
Quando os integrantes da força de segurança se aproximaram do objeto, ele manobrou por entre as árvores e desapareceu.
Nesse momento - prosseguiu -, os animais de uma fazenda próxima ficaram agitados. O objeto foi visto outra vez, por breves instantes e aproximadamente uma hora depois, perto do portão.
- No dia seguinte - continuou Halt -, três depressões com profundidade de 4 centímetros e 18 de diâmetro foram encontradas no solo onde o objeto fora avistado. Na noite seguinte, a radiação da área foi medida, registrando-se leituras beta/gama de 0,1 miliroentgen. Esses índices eram mais acentuados nas três depressões. - Algumas horas depois, naquela mesma noite, uma luz vermelha semelhante ao sol foi vista por entre as árvores. Ela se movia e pulsava. Em determinado momento, pareceu soltar partículas brilhantes e então se dividiu em cinco objetos brancos separados. Em seguida, desapareceu. Logo depois, três objetos semelhantes a estrelas foram notados no céu, dois deles ao norte e um ao sul. Os três deviam estar a cerca de 10 graus em relação ao horizonte. Os objetos moviam-se rapidamente, em manobras súbitas e angulares, e exibiam luzes vermelhas, verdes e azuis.
Ao ser interrogado sobre o incidente de Rendlesham Forest, o Ministério da Defesa da Inglaterra negou ter algum conhecimento. Posteriormente, uma cópia da declaração assinada de Halt foi adquirida nos EUA através do Freedom of Information Act. Uma gravação feita por Halt também foi obtida.
As autoridades de ambos os governos negaram-se a fazer comentários sobre o caso, exceto para afirmar que "seus sistemas de segurança jamais correram perigo". Os céticos chegaram a dizer que o incidente foi causado pela luz giratória de um farol localizado nas proximidades!

Charles Berlitz
O livro dos Fenómenos Estranhos
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos